quarta-feira, 19 de junho de 2019 3:0424

Ceferin recusa VAR nesta edição da Champions: “Precisamos de regras claras”

- Publicidade -

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, negou que a tecnologia de videoarbitragem (VAR) será usada na atual edição da Liga dos Campeões e afirmou que a implantação do sistema no torneio ocorrerá apenas quando as regras de uso estiverem claras.

“Ainda não me convence o uso do VAR. Não sei de onde veio a informação que o utilizaríamos na Liga dos Campeões agora”, comentou Ceferin em declarações reproduzidas pelo jornal esloveno “Ekipa”, ao ser perguntando sobre rumores de que o sistema poderia ser usado já nesta temporada, a partir de quartas de final.

- Publicidade -

Ceferin ressaltou que ainda tem muitas dúvidas sobre o uso da tecnologia como, por exemplo, quem decide quando será utilizada, se a equipe de arbitragem da partida ou o árbitro encarregado do sistema de vídeo.

“Os torcedores não entendem isso, os jornalistas também não. O que os árbitros veem e e que não veem? Simplesmente, nem tudo está claro aqui, mas todos sabemos que um dia terá que ser utilizado. Vamos implantá-lo, mas, como já disse, quando estivermos preparados. Precisamos de regras claras”, explicou.

O dirigente argumentou que durante a Copa do Mundo na Rússia houve exemplos de polêmicas que podem ser geradas pelo VAR. Uma delas foi na partida entre Sérvia e Suíça, pela fase de grupos, quando o árbitro alemão Felix Brych e os auxiliares não viram um pênalti cometido sobre o atacante sérvio Mitrovic.

“Olhe o caso da Sérvia. Não apitaram um pênalti contra a Suíça, enquanto em outros casos foram marcados por infrações muitos menores”, comentou.

Assine nossa Newsleter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas Notícias